quarta-feira, outubro 11, 2006



Um Sonho Atribulado

Todas nós mulheres por vezes somos traidas pelo instinto perverso que nos leva a pensar, quando ao andar na rua sentimo-nos atraídas por variadissimas razões o que nos faz bater o coração, a brilhar o olhos ou mesmo a sentir as cuecas molhadas, e eu não sou diferente. Depois de alguns anos e muitas experiências e enúmeras fantasias muitas delas não realizadas , SONHEI... Aquele bairro onde vivia saturava-me sempre tudo igual a mesma monotonia nada evoluia, e como de dia nada de passava decidi iniciar uma vida diferente, nocturna. Saía de casa bem vestida por fora mas muito mais sexy por dentro langerie provocante e um belo vison e outras vezes nuínha sem nada só mesmo o casaco para impressionar. Não tinha pensado ser prostituta de rua, vida fácil não, procurava requinte , luxo . conforto e sobretudo um bom perfume , pois assim mesmo não sendo sassiado o meu desejo a tal foda corria sempre melhor. Dada a minha apresentação e charme não era dificíl encontrar o tal para seduzir ou ser seduzida, a idade é um posto. Aquele envolvimento exporádico e temporário as tais fodas rápidas ou a até mesmo ejaculações precoces. Naquela noite entrei num pequeno bar , tomei um café, e como não podia deixar de ser ia acender o cigarro, quando alguem surge nas minhas costas e me dá lume, tive automacticamente uma bela visão de estatura média bem elegante e o tal perfume que por instantes me envolveu, fez-me suspirar e pensar é ele.... Procuramos um dos bons hotéis da cidade , cama grande , varanda sobre o mar, o resto viria depois. O seu olhar penetrante fazia com que me sentisse totalmente despida, há pois por que nesse dia além do meu vison tinha um lindo vestido vermelho decotado salientando bem as minhas mamas, e ao despi-lo os meus biquinhos estavam enormes, espetados esperando por algo que poderia durar horas ou talvez minutos. Despiu seu casaco e muito suavemente passou as mãos pelos meus ombros ovestido desceu beijou-me a face, hum o seu perfume cheirava bem, aquilo que eu costumo chamar  cheiro de puta  foi demasiado respeitoso e eu queria mais energia fogosa a tal  violação colaborada  aquele ambiente estava-me a por louca de tesão, sentia o fio dental encharcado entalado no rego do meu cú ( desejosa de o tirar ), envolvemo-nos tirei-lhe a camisa mordisquei seus mamilos estava-mos colados já practicamente nús , aquele vulto que sentia estava preste a vir-se e eu queria chupá-lo antes e sentir os colhões inchar como se fossem rebentar , estava todo entesado e o meu grelo em pé todo enchardo. Fomos para o banho pois lá eu sabia que iria fazer render ou melhor prolongar aquela tesão até á exaustão aí  amamo-nos , lambeu-me a cona , chupou-me os grelos enquanto eu louca incontrolável lhe arranhava as costas com as unhas, postiças claro, fez-me um belo botão abri o meu cuzinho todo para ele os movimento pélvicos deixavam-me assanhada, excitada e joguei-me a ele e lambi-o docemente já pingava, sentia o fio na minha boca com aquele gosto que eu adoro,engoli-o, num belo broxe mordi-lhe os colhões e em seguida simulei uma bela punheta, mas não ele não se veio, eu não deixei pois queria senti-lo dentro de mim estava fofinho e enorme e ia encher a minha cona, ordenei , agora fode-me  e entre nalgadas maravilhosas e dentadas excitantes senti-o esporrar-se nas minhas costas aquele leitinho quente, que por acaso até faz bem á pele, massajando-me em seguida , toda eu escorria deita-mo-nos na àgua e ai sim foi a minha hora vim-me que nem uma vaca na sua perna deixando os seus pelos todos enliados do meu precioso líquido. Logo depois já na cama aos beijos , a sua lingua procurava a minha e ao fim de muitas carícias sem nos conhecermos de lado nenhum e sem nos amarmos, adormecemos, foi a melhor noite da minha vida tendo eu encarnado numa PROSTITUTA.

Hinata

1 comentário:

Elvis disse...

Muito bem!

Quase que vi a cena toda à minha frente. Quase que ouvi os barulhos todos. Muito visual. A cena do perfume, dita e repetida tambem fica bem.

(humilde)sugestão: da próxima vez acrescenta sabor. Assim envolves mais quem lê ao implicares mais um sentido.

Gostei. O suficiente para cá voltar.

Não é leitura para antes de dormir. Acorda a tesão que um gajo sente e depois dormir é mentira.

Ganhaste um fã.
Beijos.

Elvis.